Diferentes modos de Podagem

Plantas

desconhecido | quinta, 05 de setembro de 2019

Poda de limpeza ou renovação: elimina galhos doentes e secos, que podem se espalhar pela planta e deixá-la doente. Muito usado em arbustos e floríferas.

Poda de formação: usada na topiaria com objetivo ornamental e para modelar arbustivas para que elas não cresçam de forma desproporcional, principalmente as plantadas em calçadas.

Poda de floração e frutificação: são podas para melhorar o desempenho do crescimento de brotos, frutos e flores. O principal propósito é manter a produção de flores e frutos sempre em alto nível, por isso essa poda possui certas regras que precisam ser seguidas para que sejam efetivas em seu objetivo.

Poda de raízes: quem cultiva bonsais e tem árvores cujo crescimento radicular tende a quebrar calçamentos usa deste tipo de poda para que a amplitude da planta seja limitada ao cortar as fontes de nutrientes.

 

A poda é geralmente feita após a floração ou frutificação, quando a planta entra no período de dormência entre o outono e o inverno. Assim, a cicatrização da poda torna-se mais rápida, já que a planta não precisa dividir suas energias nutrindo flores e frutos e curando-se do talho. Somente plantas saudáveis devem ser podadas; caso haja suspeita de outro mal que esteja acometendo a planta, prefira outro método de renovação, como o transplante ou o reforço na adubação.

Tome muito cuidado com a qualidade dos instrumentos de poda que serão utilizados. Tesouras e demais ferramentas de corte devem ser de primeira linha e muito bem afiadas para que não firam a planta. A desinfecção das ferramentas é importante; antes de usar, além de bem afiada, o instrumento de corte precisa estar bem limpo e livre de agentes patógenos. Lave com água e sabão e use álcool para eliminar focos de infecção

 

http://jardinagemepaisagismo.com/tipos-de-poda.html