A estação mais quente do ano pede alguns cuidados especiais com as plantas

Plantas

desconhecido | terça, 03 de setembro de 2019

O calor excessivo, mesmo que incentive o crescimento da maioria delas, pode trazer prejuízos, como a proliferação de ervas daninhas, além de alterar o ritmo do processo de fotossíntese e a absorção de nutrientes do solo.

Pensando nisso, Eduardo Santos, técnico especializado da Doutor Resolve, dá dicas de como preparar e tratar o jardim durante o verão.

Plantio – O verão é um dos melhores momentos para realizar o replantio, pois é a época em que as plantas geralmente mais crescem e expandem suas raízes. É importante lembrar que algumas plantas em específico se adaptam melhor à estação, como é o caso do Copo-de-leite, Helicônia, Lírio da Paz, Dália, Onze-horas, Girassol, Crista-de-galo, Orquídea, Bromélia, Hibisco, Gérbera e Violeta. Vale apostar nessas espécies para que o jardim atinja o ápice da floração. Mesmo aderindo a uma nova plantação é necessário um cuidado extra, quanto mais líquido e mais matéria orgânica para adubar o local, mais rápido ela irá se adaptar ao novo local.
 
Regas – Em dias mais quentes, a necessidade de água das plantas aumenta, pois o solo absorve líquidos com mais rapidez. Isso não significa que deve-se regar o jardim em intervalos de 5 minutos: excesso de água facilita a entrada de fungos e bactérias. Apesar de o verão ser praticamente igual na maior parte do Brasil, as condições climáticas mudam bastante, sendo que na maioria das regiões como Norte, Sudeste, Centro Oeste e Sul, esta época é justamente a que mais chove. Nesses casos a frequência da irrigação deve ser mais espaçada, do contrário pode haver alagamento e apodrecimento das raízes. Em cidades onde a estação é mais seca, a rega deve ser feita com mais frequência, preferencialmente no período da manhã ou no fim da tarde, nunca nos horários em que o sol é mais forte, evitando assim que as plantas sofram queimaduras.
 
Pragas – Como neste período o metabolismo das plantas está mais acelerado, a permanência de  pragas, insetos, fungos e bactérias no jardim fica ainda mais propícia. Os  maiores vilões neste caso e que mais preocupam os moradores, são os  pulgões e as cochonilhas. Para se prevenir é preciso procurar deixar o ambiente o mais ventilado possível e remover as folhas e flores murchas ou secas, estimulando a formação de novos botões. Uma dica é deixar essa folhagem removida secar ao sol para recolher as sementes e usá-las depois. Se mesmo assim eles aparecerem, será necessário um trabalho de pulverização, de preferência por profissionais que saberão encaminhar o produto apropriado para cada caso.
 
Ervas Daninhas – Assim como o calor incentiva o crescimento das plantas, com as ervas daninhas não é diferente. Seu controle é vital para a saúde do jardim, pois ela funciona como uma espécie de parasita e compete com as plantas no consumo de água e nutrientes. Ao removê-las é preciso cuidado para não prejudicar raízes das plantas vizinhas. O ideal é utilizar ferramentas específicas, como o firmino.
 
Poda – A primavera, estação que antecede o verão, faz com que o plantio entre em fase de criação de novos brotos devido à abundância de luz, portanto podas nessa época do ano devem ser feitas com menos frequência, apenas para retirada de ramos, galhos secos e mortos, com o intuito de limpeza. A exceção fica com as gramas, que podem ser aparadas sem culpa, chegando até a ter um espaçamento na poda de 15 dias em certas regiões.
 
Adubação – A maioria das espécies vegetativas estava hibernando no inverno e agora estão em intensa atividade, portanto é o período no qual as plantas consomem mais facilmente os nutrientes do solo utilizando todo o potencial de adubos e fertilizantes, que são muito importantes para suportar este ritmo mais intenso na vida do jardim. A recomendação aqui é fazer um trabalho de aeração do solo antes, remexer a terra para afofa-la, retirar todas as impurezas como ervas daninhas, raízes mortas, torrões de terra seca, entre outros e somente depois misturar o adubo adequado para o tipo de solo do jardim, para isso vale consultar um profissional.

Site: http://vivabem.band.uol.com.br/casa/noticia/100000565458/especialista-ensina-como-cuidar-do-jardim-no-verao.html