Lendas e crenças sobre plantas

Plantas

desconhecido | segunda, 09 de setembro de 2019

 

"As origens das crendices e superstições são tão antigas quanto a própria humanidade. No Brasil, chegaram com os portugueses, mesclaram-se às crenças dos indígenas e posteriormente a dos africanos escravos. E com o decorrer do tempo foram incorporadas à cultura brasileira juntamente com as crenças de outros imigrantes que aqui aportaram.

O homem ancestral, não encontrando explicação para alguns fenômenos da natureza ou origem das coisas, buscava em sua imaginação alguma explicação mágica. O medo e a dúvida foram os grandes geradores de crendices, e as tentativas de neutralizar estes medos e presságios geraram uma série incalculável de crenças que o povo possui.

Para o folclore, crendice é toda aquela crença em coisas que a lógica não explica, e a superstição é essa mesma crença quando envolve o medo de conseqüências. Por exemplo: Virar a vassoura atrás da porta para a visita ir embora é uma crendice; acreditar que o gato preto dá azar é superstição, pois envolve o medo do azar. De forma simplificada pode-se dizer que sempre se diz 'não presta' é superstição, quando apenas se acredita, sem medo, é crendice".

Sabedoria popular, mito, verdade, superstição? Difícil saber, mas de uma coisa ninguém pode duvidar: a natureza tem poder.

 

 

Algumas plantas, além de oferecerem efeitos medicinais e terapêuticos, também são conhecidas pelos poderes energéticos de limpeza e proteção espiritual. Crenças populares que são passadas de geração em geração e ajudam a reforçar a fé de que as plantas têm poder.

Este é o caso da Pimenteira, da Espada de São Jorge, da Arruda e da Comigo-Ninguém-Pode, às quais são atribuídos os efeitos de proteger contra a inveja e o mau-olhado, atrair boas energias e, conseqüentemente, para auxiliar na limpeza e fortalecimento energético, de pessoas e ambientes. Para quem deseja se beneficiar de suas propriedades, é aconselhável tê-las plantadas em casa. Suas mudas são facilmente adquiridas e há algumas lojas de plantas que inclusive já vendem um vaso com todas as ervas plantadas juntas, incluindo algumas outras, como alecrim, manjericão e guiné, formando um verdadeiro “kit protetor”.

Pimenta
Sabe aquela expressão “seca pimenteira“? Ela diz respeito àquela pessoa que de tão negativa seca até planta forte. Dizem que quando um ambiente está carregado ou a energia de alguém não é boa, a pimenteira fica completamente seca. Outros dizem que, por sua cor viva e chamativa, a pimenta atrai todos os olhares para si. Se tiver más intenções, a energia ruim desse olhar será sugada pela plantinha. Por isso é sempre bom ter um vaso da planta em casa. Além de proteger, seu colorido alegra qualquer ambiente.

Espada de São Jorge
Por ter folhas pontiagudas, muitos acreditam que a espada de São Jorge é capaz de cortar todo o mal que lhe passar por perto. Além disso, tem a propriedade de atrair coragem e prosperidade e afastar invejosos de plantão. Por conta dessa superstição é bem comum encontrarmos uma plantinha dessa na porta de restaurantes e outros comércios – garantindo bons negócios.

Arruda
Essa erva protetora é uma das mais conhecidas e utilizadas. Possui diversas indicações medicinais, mas ela é famosa mesmo pela proteção contra o mau-olhado e outras vibrações negativas.

É citada na Bíblia e sabe-se que os europeus costumavam usar um galhinho atrás da orelha, como proteção, hábito que se difundiu no Brasil, através dos escravos que chegaram aqui na época da colonização.

Comigo-Ninguém-Pode
Seu nome diz tudo! Essa planta tem o poder de anular energias negativas e espantar o mau-olhado. Bonita por fora, mas perigosa por dentro, sua seiva é tóxica. Por isso deixe ela longe do alcance de crianças ou animais da casa.

Alecrim
Além de dar sorte, o alecrim devi­do a seu cheiro muito ativo e durável, atrai namorados ou futuros maridos. Por isso, muitas moças costumam usar um raminho dessa planta nos cabelos e depois que casam o raminho de alecrim acompanha a noiva em seu buquê.

Manjericão
Além de ser um excelente tempero, acredita-se que o manjericão tem o poder de atrair boa sorte e harmonia.

Guiné

A planta funciona como uma espécie de "antena" que capta as más vibrações, que serão então neutralizadas pelo poder desinfetante da arruda. Essa erva afasta o mal criando um "escudo" protetor ao redor de quem a utiliza.

Trevo de Quatro Folhas
É o símbolo mais tradicional de boa sorte e, segundo a sabedoria popular, traz sorte, prosperidade e felicidade. O difícil mesmo é encontrar esse raro e desejado amuleto.

Orégano e a manjerona, plantas usadas para fortalecer o amor e proteger a casa, além de atraírem alegria e pensamentos felizes.

Louro, quando guardada dentro da carteira, atrai dinheiro.

Alfazema 

Muitas “comadres" recomendam perfumar a roupa branca dos recém-nascidos com Alfazema (Lavandula vera) para protegê-las de mau-olhado.

Árvore da felicidade

Acredita-se que a presença da planta na casa traz harmonia e felicidade ao ambiente e seus moradores. No entanto, para receber essas dádivas não se pode comprá-la, é preciso ganhar de presente.

Dinheiro em penca

Diz-se que o dinheiro-em-penca – ou tostão – é uma planta que proporciona sorte, felicidade e prosperidade a quem ganha um vasinho.